Episódio 17 – Aquários públicos e conservação marinha

Os aquários públicos são espaços que permitem uma aproximação das pessoas ao Oceano, não só pela possibilidade de observação das espécies marinhas, mas também através de atividades educativas que são implementadas nestes locais. Os contributos para a literacia do Oceano, juntamente com a colaboração de várias instituições em projetos de investigação científica, promovem a conservação e a sustentabilidade do Oceano. Neste episódio Diogo Geraldes esclarece o papel do Oceanário na proteção do Oceano e desvenda ainda muitas curiosidades sobre os seus residentes.

Diogo Geraldes é biólogo e é atualmente o responsável pelo programa educativo do Oceanário de Lisboa.

Em 2010, Diogo Geraldes iniciou a sua carreira na promoção da literacia do oceano no programa educativo Kit do Mar, do Governo de Portugal. Foi responsável pelo projeto «A Ponte entre a escola e a ciência azul», que envolvia estudantes do ensino secundário em projetos de investigação científica sobre o oceano, e um dos criadores do programa da Escola Azul. 

Desde 2016, trabalha no departamento de educação do Oceanário de Lisboa, sendo responsável pelo desenvolvimento e gestão de projetos educativos para a comunidade escolar e para o público em geral.

Em 2018, Diogo fez parte da equipa que desenvolveu o programa «Oceano, educar para uma geração azul”, um projeto sem precedentes, que leva a literacia do oceano às salas de aula portuguesas. Este programa educativo visa transformar as futuras gerações em cidadãos empenhados na sustentabilidade e na conservação do oceano.

Em 2020, Diogo juntou-se ao Ocean Literacy Group of Early Career Ocean Professionals, criado pela UNESCO, no âmbito da United Nations Decade of Ocean Science for Sustainable Development 2021-2030.

Diogo geraldes